Avalie o site

PROFESSORES DA REDE ESTADUAL RETOMAR ATIVIDADES APÓS A GREVE

News3

Recebemos no Programa Espaço Livre os professores Geziel Ramos e Samuel Cavalcanti que falaram sobre a greve dos professores da Rede Estadual de Ensino Minas Gerais. Samuel explicou que desde 2016 o Estado parcela em até três vezes o salário dos educadores e na folha de junho, atrasou novamente o pagamento. 


Além do atraso, os professores explicaram que o governo não repassa às clínicas o valor descontado em contracheque no convênio do IPSENG (Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais), inviabilizando consultas médicas, e também desconta e não envia às empresas de crédito os empréstimos consignados. Com a última medida, diversos servidores estão com "nome sujo na praça" por conta da atual administração. 
Outra questão pontuada pelos servidores públicos é com relação aos aposentados, que receberam apenas R$500 de pagamento. Foi realizada hoje, no meio do dia, uma reunião para tratar do assunto e os grevistas optaram pelo retorno das atividades. 
NOTA DO SIND-UTE/MG ENCAMINHADA À RÁDIO ITAJUBÁ 
Após intenso processo de cobrança, mobilização e denúncia, o governo realizou o pagamento da primeira parcela do salário da educação nos dias 25 e 26 de junho.
O governo foi notificado da paralisação e também dos seus motivos. Considerando que a primeira parcela dos salários foi paga para a categoria, incluindo aposentados/as, o Sind-UTE/MG MG, encaminhando a deliberação do Congresso, informa o retorno das atividades nas escolas estaduais, Superintendências e Órgão Central da Secretaria de Educação nesta quarta-feira, dia 27 de junho. A categoria continuará a luta pelo direito de receber seu salário em dia, sem exclusão de nenhum setor da categoria.

Compartilhe:

Deixe seu comentário