Avalie o site

Paralisação Serra de Piquete- Entrevista Roberto Menezes Ravagnani do DNIT

News3

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) do estado de São Paulo, Roberto Menezes Ravagnani, concedeu uma entrevista ao Programa Espaço Livre na Rádio Itajubá.

Ravagnani explicou que a interdição, do Km 0 (Divisa SP/MG) até o km 13,5 (Piquete/SP), foi necessária para a realização de obras de reconstrução dos dispositivos de drenagem e restauração do pavimento no trecho da Serra de Piquete. O principal objetivo é aumentar a segurança e o conforto dos usuários da rodovia.

O superintendente pontuou ainda que o trecho é sinuoso e estreito, por isso, foi necessário adotar medidas adicionais de segurança para minimizar potenciais acidentes durante as obras. Em virtude da topografia da região, o sistema PARE e SIGA (tráfego alternado em um único sentido) fica impossibilitado e a interdição total mostrou-se como a única alternativa viável. Ravagnani afirmou que no máximo quatro meses os veículos já poderão passar no local, independentemente do término ou não da obra, que tem previsão para acabar no final de setembro.

Compartilhe:

Deixe seu comentário