Avalie o site

Ex-prefeito e ex vereador Chico Marques participa do Programa Espaço Livre

News3

Recebemos no Programa Espaço Livre o ex-prefeito e ex-vereador de Itajubá Chico Marques. O político explicou sobre o motivo que levou ao seu afastamento da Câmara no final de 2017. De acordo com ele, em 2001 foi assinado um convênio com o Ministério da Saúde para a aquisição de uma unidade móvel. O bem foi adquirido, entregue a prestação de contas aprovada e arquivada.

Depois de alguns anos a empresa terceirizada que forneceu o veículo foi investigada, mas nada tinha em comum com a compra de Itajubá. Após todos os recursos, foi reconhecido não haver danos ao erário. Marques disse que mesmo assim, entraram contra a sua candidatura e atualmente recorre junto ao Supremo Tribunal Federal.

Também esteve em pauta a CPI da COPASA. Segundo o ex-vereador, o contrato de 30 anos assinado na época que foi prefeito era padrão, por conta dos investimentos na área a longo prazo, a cidade não tinha tratamento de esgoto e o usuário pagava 50% da conta apenas pela coleta dos rejeitos. Pela lei vigente com o tratamento aumentaria a 100%. Em 2007 o governador daquele ano reduziu a coleta para 40% e o tratamento para 60%, porém, em 2011, o novo governo voltou a cobrança para 90%. Ainda falou do contrato com a Valônia e da redução no número de vereadores.

Compartilhe:

Deixe seu comentário